Segunda-feira, 24 de Janeiro de 2011

Sinopse

Seis meses é o tempo que resta a Pedro para viver. A sua vida foi subitamente interrompida por um diagnóstico - uma sentença de morte: seis meses. O que pode acontecer, o que precisa de fazer nesses últimos dias? Não fará nada, senão cancelar as férias e organizar um jantar muito especial. Convidará quatro mulheres que teve e que perdeu (ou talvez não), quatro mulheres que são quatro percursos da sua caminhada sentimental. E o que pretende ao juntá-las? O perdão? A punição ritual da inconstância, do egoísmo, da insinceridade? Ou é apenas um reflexo, um impulso, o derradeiro gesto do náufrago que se agarra ao que está mais próximo? Durante esse tempo que o serpara da morte, Pedro mantém um diálogo com Mia, Alice, Rita e Carmen, enquanto se conta toda a história com quatro histórias lá dentro: de solidão, de frustração, de amor em estado bruto.

tags:
publicado por Quetzal às 12:17
link do post | comentar | favorito
partilhar

.mais sobre mim

.pesquisar

.Março 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Onde a Vida se Perde apre...

. No Livros com Rum.

. Onde a Vida se Perde no b...

. Onde a Vida se Perde no p...

. No blogue da Biblioteca r...

. Onde a Vida se Perde no J...

. Foi boa a festa, pá.

. Onde a Vida se Perde na B...

. Onde a Vida se Perde na F...

. Onde a Vida se Perde no L...

.arquivos

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds